Rafaella maio 19, 2017 Nenhum Comentário

Corretores participam do Workshop Negociação Imobiliária

Corretores de imóveis participaram nos dias 16 e 17 de maio do Workshop Negociação Imobiliária, evento promovido pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), que foi conduzido pelo conselheiro federal do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (COFECI), Frederico Mendonça.

Os profissionais tiveram a oportunidade de atualizar seus conhecimentos quanto ao exercício da profissão. Com sete anos de atuação no mercado, a empresária Rita Sousa, da Imobiliária Rita Sousa Imóveis, explica que já conhecia o trabalho do palestrante e ficou satisfeita com o conteúdo abordado. “Para que sejamos bons profissionais, principalmente neste momento, quando o mercado está muito competitivo, é necessário que os corretores de imóveis procurem sempre se atualizar. Por isso, sempre procuro participar das atividades do CRECI-PI, que está de parabéns pela iniciativa de promover cursos como este”, conta.

O professor universitário e empresário imobiliário, Frederico Mendonça agradeceu o convite do CRECI-PI e elogiou o esforço dos corretores de imóveis piauienses. “Percebi que os corretores piauienses realmente buscam fazer a diferença, por meio da capacitação profissional e o CRECI-PI, como todo o seu esforço, está ajudando muitos profissionais a alcançarem seus objetivos”, elogia.

Durante o workshop, Frederico Mendonça destacou as técnicas que o corretor deve desenvolver para executar o seu trabalho com maestria no dia a dia da profissão, desde a forma como deve tratar o cliente, passando pela captação do imóvel, até a conclusão do negócio propriamente dito, com ênfase na formalização da proposta e sua apresentação ao proprietário do imóvel. “Tratamos também dos cuidados que devemos ter na hora de fechar o negócio em relação à documentação e condições físicas do imóvel”, explica.

De acordo com o presidente do CRECI-PI, Nogueira Neto, a atuação dos corretores de imóveis mudou de maneira significativa desde a sua regulamentação. Para ele, os profissionais estão muitos mais preocupados com a qualificação. “O aumento do número de corretores no mercado fez com que muitos procurassem diferenciais para atender a população com mais eficiência e de acordo com as necessidades de cada cliente”, finaliza.

 

 

Rafaella maio 12, 2017 Nenhum Comentário

Caixa facilita inscrições de corretores para comercialização de imóveis retomados

Os corretores de imóveis autônomos também poderão participar do credenciamento para comercialização de imóveis retomados pela Caixa Econômica Federal. Além disso, a documentação para cadastro de pessoas físicas e jurídicas ficará mais acessível e o prazo para inscrição será indeterminado. As medidas foram formalizadas durante reunião com o Gerente Regional da Superintendência Regional do Piauí da Caixa Econômica Federal, Raul Gomes, nessa semana.

Segundo o presidente Nogueira Neto, a documentação para cadastro tanto de pessoa física como para jurídica ficou mais atingível. “O primeiro edital solicitava um cadastramento do SICAF, por exemplo, e isso dificultou muito o processo. Nenhuma imobiliária daqui conseguiu se cadastrar. E partir de agora não terá mais prazo também”, pontou.

Os imóveis retomados pela instituição bancária estarão disponíveis para venda direta. Cada propriedade será exclusiva de um corretor sorteado, que terá um período para realizar a comercialização.  Os corretores que tiverem dúvidas ou dificuldade no procedimento junto à Caixa podem buscar auxílio no CRECI-PI.

Confira toda documentação

Clique AQUI e acesse o Edital Retificado da Caixa Economica 2017

Rafaella abril 28, 2017 Nenhum Comentário

Caixa adia prazo de credenciamento para comercialização de imóveis retomados

A Caixa Econômica Federal (CEF) adiou o prazo de inscrições para que os corretores possam comercializar imóveis retomados pela instituição bancária. Outra novidade, é a inclusão de corretores autônomos, que a partir de agora também podem participar do credenciamento.

Segundo o presidente Nogueira Neto, o CRECI-PI entrou com um pedido junto a CEF para que as inscrições aconteçam de forma menos burocrática, facilitando assim a participação de todos os profissionais.  “Com a ampliação do prazo para credenciamento e a inclusão de corretores autônomos teremos uma maior adesão ao benefício ofertado. Reforçamos também que os corretores que tiverem dúvidas ou dificuldade no procedimento junto à Caixa podem buscar auxílio no Conselho’, disse.

Os imóveis retomados pela instituição bancária estarão disponíveis para venda direta. Cada propriedade será exclusiva de um corretor sorteado, que terá um período para realizar a comercialização. “O que nós, como instituição de financiamento, estamos fazendo é nos aproximar dos corretores para que possamos firmar uma parceria e assim, estarmos prontos para a avançar com esse projeto. São muitos imóveis que serão disponibilizados e nós queremos diminuir esse número expressivo de empreendimentos retomados”, afirmou Raul Gomes, Gerente Regional da Superintendência Regional do Piauí.

O prazo de encerramento das inscrições ainda será definido pelas instituições.

Rafaella abril 28, 2017 Nenhum Comentário

Nota de Pesar

O CRECI-PI manifesta pesar pelo falecimento do corretor de imóveis Francisco Alves da Silva, mais conhecido como Chico Bento (ao centro da foto). O velório está acontecendo na residência do corretor, localizada na Av. João XXIII, 2624, Bairro São Cristóvão. O sepultamento será às 16:30h no Cemitério São Judas Tadeu.
Neste momento nos unimos a todos os familiares e amigos na certeza de que Chico Bento deixou um grande legado.

Rafaella abril 19, 2017 Nenhum Comentário

Investimentos trazem boas perspectivas para setor imobiliário em 2017

O déficit habitacional do país é um fator que anima os empresários do setor imobiliário, porém a crise econômica que se instalou no Brasil fez com que investimentos no ramo diminuíssem e no Piauí não foi diferente. Mas, o ano de 2017 tem começado a dá sinais positivos para novos investimentos na área da construção civil.

Com a baixa das taxas de juros e da inflação, o Piauí recebeu em março investimentos de R$ 161 milhões da Caixa Econômica Federal. Com esse montante novas moradias começam a ser construídas e as empresas terão a segurança que poderão dar continuidade aos seus trabalhos, sejam eles no setor imobiliário ou na construção civil, que tem se mostrado como um dos principais empregadores do Estado.

Para Nogueira Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), estes dados podem significar a recuperação do mercado imobiliário. “Diante dessa crise econômica o último ano foi o que mais nos afetou, gerando desemprego e um déficit habitacional considerável. A boa notícia é que 2017 já dá sinais de melhoria para o mercado, inclusive com investimentos por parte da Caixa Econômica Federal, com contrato assinado na ordem de R$ 161 milhões para o Piauí”, explica o presidente.

O ano tem sido de boas expectativas para os corretores de imóveis, gerando expectativa pós-assinatura do contrato que viabilizará a construção de moradias de 961 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal que beneficia as famílias de baixa renda.

A medida de elevar o financiamento de imóveis com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também proporciona melhorias para o setor, conforme afirma Nogueira Neto. “O poder aquisitivo do consumidor aumenta, consequentemente as imobiliárias e empresas da construção civil ampliam seus negócio, gerando benefício tanto para o setor como para quem busca o sonho da casa própria”, finalizou o presidente do CRECI-PI.

Rafaella março 24, 2017 3 Comentários

Caixa inicia credenciamento de corretores para comercialização de imóveis retomados

CLIQUE AQUI PARA VER O EDITAL DE CREDENCIAMENTO 2476/2015

Podem participar deste procedimento, as pessoas jurídicas interessadas cujo objeto social seja compatível com o objeto do presente Credenciamento

Uma equipe da Caixa Econômica Federal (CEF) – Filial Piauí esteve reunida com os membros do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI) para apresentar o cronograma inicial do processo de inscrição para que corretores possam comercializar imóveis retomados pela instituição bancária. De acordo com um dos gerentes de filial da Caixa, o prazo para que os profissionais se credenciem é até o mês de abril.

“As empresas e corretores conveniados poderão apresentar a documentação e se credenciar pelo site da Caixa, onde já tem um link disponível para esse serviço, até o dia 30 de abril. Após esse prazo, a instituição bancária fará uma análise dos documentos para verificar se estão aptos para comercializar os imóveis. Como se trata de um processo licitatório é obrigatório que todos os inscritos estejam regulares e cumpram os prazos”, explicou o gerente Mercio Calazans.

O presidente do CRECI Piauí, Nogueira Neto, afirmou que os corretores que tiverem dúvidas ou dificuldade no procedimento junto à Caixa podem buscar auxílio no Conselho. “O que nós recebemos foi uma amostra da documentação necessária para o credenciamento, bem como esclarecimentos por parte da CEF e a apresentação do edital da licitação, que também estará disponível aos corretores no site da Caixa. Nesse convênio é muito importante os profissionais estarem com a documentação correta, para que possam aproveitar o benefício ofertado”, disse.

06

Ainda segundo a Caixa, os imóveis retomados pela instituição bancária estarão disponíveis para venda direta. Cada propriedade será exclusiva de um corretor sorteado, que terá um período para realizar a comercialização. “O que nós, como instituição de financiamento, é nos aproximar dos corretores para que possamos firmar uma parceria e assim, estarmos prontos para a avançar com esse projeto. São muitos imóveis que serão disponibilizados e nós queremos diminuir esse número expressivo de empreendimentos retomados”, finalizou Raul Gomes, Gerente Regional da Superintendência Regional do Piauí.

Já são mais de 20 mil propriedades em carteira, com previsão de ingresso de outros 20 mil imóveis ainda neste ano. De acordo com um levantamento preliminar da Caixa, a maioria são imóveis residenciais, de um, dois e três dormitórios. O valor médio das propriedades é de aproximadamente R$ 250 mil.

01

Rafaella março 21, 2017 Nenhum Comentário

Instituições solicitam a retirada de PLs que dispõem sobre o aumento das taxas cartoriais

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI Piauí) e outras instituições como a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, CREA-PI e AIP, estiveram reunidos, na tarde de segunda-feira (20), com o governador do Estado do Piauí, Wellington Dias, para debater sobre as taxas cartoriais.

Os projetos de Lei propõem novas taxas para o Fundo de Modernização e Aparelhamento da Defensoria Pública (FMADPEP) e para o Fundo de Modernização do Ministério Público (FMMP-PI), ambos correspondendo a 5%, totalizando 10% a mais no valor dos emolumentos cobrados com os serviços realizados em cartórios.

O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), Nogueira Neto, destacou que com o aumento das taxas, as regularizações fundiárias de Teresina se tornariam mais burocráticas.

O governador Wellington Dias afirmou que se reunirá com o presidente da ALEPI, Themistocles Filho, para averiguar os projetos de lei, se colocando à disposição para encontrar um ponto de equilíbrio.

d1ad89d1-f671-435e-9de4-25a827c70e25

O presidente da OAB-PI, Chico Lucas, explicou que o valor da taxa do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) ao Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Poder Judiciário Piauiense (FERMOJUPI) passou de 10% para 20%, em 2016.

“Nesse momento, já temos um problema social muito grande. Teresina é um dos municípios que possui o maior número de imóveis irregulares. Com a aprovação dessas leis, os valores das taxas aumentariam para 30%, o que acarretariam uma série de prejuízos aos cidadãos. Nós, enquanto entidade que zela pelos direitos da cidadania, entendemos como inconstitucional e solicitamos que esses projetos de lei sejam retirados da pauta da Assembleia”, declarou o presidente da OAB-PI, Chico Lucas.

O presidente Chico Lucas ressaltou ainda que o Ministério Público e a Defensoria Pública não possuem competência para fiscalizar os serviços realizados nos cartórios.

[Fonte: OAB-PI]