Rafaella maio 17, 2019 Nenhum Comentário

CRECI-PI apoia realização do Workshop Marketing Imobiliário Avançado 

O Portal VGV, com o apoio do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (Creci-PI), promove em Teresina no próximo dia 28 de Maio, o Workshop Marketing Imobiliário Avançado – Como gerar mais negócios a partir da própria base de clientes. O evento é consolidado com um dos principais momentos de capacitação para os profissionais do marketing imobiliário do Brasil. As inscrições podem ser feitas por meio do endereço https://www.portalvgv.com.br/teresina.

A iniciativa tem como objetivo abordar ações de alto impacto e baixo custo que podem ser realizadas por profissionais e empresas para acelerar a venda e a locação de imóveis. Durante o curso, os alunos poderão aprender a produzir um planejamento de marketing de forma 100% prática, a melhor forma de economizar dinheiro com marketing comprando novos leads, como vender mais imóveis de forma previsível e constante, e estratégias para fazer com que seus clientes divulguem seu trabalho.

O Workshop será ministrado por Bruno Lessa, que é autor do livro Marketing Imobiliário de Alto Impacto e Baixo Custo (best seller com 4 edições esgotadas) e do livro Marketing de Relacionamento no Setor Imobiliário, recentemente lançado no Conecta Imobi.

O curso possui vagas limitadas e será realizado no Auditório da FIEPI, que fica localizado na Av. Industrial Gil Martins, 1810, 8ºandar, Ed. Albano Franco – Redenção – Teresina/PI).

O primeiro lote do workshop pode ser adquirido pelo valor de R$ 99,90 o que garante ao participante o direito a Welcome coffee, Material do evento, Certificado de participação e um do livro Livro Marketing Imobiliário de Alto Impacto e Baixo Custo com autógrafo do autor. O valor da inscrição ainda pode ser parcelado em até 12x pelo PagSeguro

Agenda

08:30 – Welcome Coffee e Credenciamento
09:00 – Módulo 1 – Fundamentos Básicos
• Introdução ao Marketing Imobiliário Avançado
• O mix de marketing no segmento imobiliário
• Como definir a verba de marketing imobiliário
10:00 – Módulo 2 – Planejamento de marketing
• Como elaborar um planejamento de marketing
• Como elaborar um planejamento de mídia
11:00 – Módulo 3 – A jornada de compra do cliente
• Entendendo a motivação para a compra de imóveis
• Entendendo a jornada de compra do cliente
• As 5 etapas da jornada de compra
• Momentos e micromomentos
12:00 – Intervalo para almoço
13:30 – Módulo 4 – Início da prática
• Assumindo o controle
o Passo 1: Definindo as informações que serão coletadas do cliente
o Passo 2: Como e onde armazenar as informações
o Passo 3: Conhecendo melhor quem já está na sua base
14:30 – Módulo 5 – Criando estratégias
• Definindo categorias para se comunicar com sua base
o ESTUDO DE CASO 1: Incorporadora que produz imóveis populares
o ESTUDO DE CASO 2: Imobiliária de bairro especializada em locação
residencial o ESTUDO DE CASO 3: Corretor de imóveis com atuação em empreendimentos comerciais
o ESTUDO DE CASO 4: Empresa especializada em locação de galpões e centros logísticos
o ESTUDO DE CASO 5: Construtora de casas de altíssimo padrão
• Itens essenciais a se considerar na hora de preparar a comunicação
• Canais de comunicação e formatos de conteúdo que podem ser utilizados
15:30 – Módulo 6 – Marketing de relacionamento para quem não possui base de clientes (ou quer aumentá-la)
• Conteúdo como centro da estratégia de captação
• Como começar a criar sua base de clientes a partir do zero
• Automação de atendimentos a partir do inbound marketing
• Como manter o atendimento personalizado para uma base de clientes que não para de crescer
16:30 – Módulo 7 – Exercício prático
• Cada aluno irá criar um programa de marketing de relacionamento que será avaliado pelo professor, recebendo dicas práticas para sua implementação.
17:00 – Encerramento
• Plantão tira dúvidas • Sessão de autógrafos do livro Marketing Imobiliário
Rafaella maio 15, 2019 Nenhum Comentário

CRECI-PI discute interesses da categoria durante reunião dos Conselhos de Classes

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado do Piauí (Creci-PI), por meio do presidente Nogueira Neto, participou da segunda reunião dos Conselhos de Classe do Estado do Piauí, realizado na sede da OAB, seccional Piauí.  O encontrou contou também com a participação de representantes dos Conselhos de Serviço Social, Medicina, Odontologia, Administração, Enfermagem, entre outros.

O presidente do Creci-PI, Nogueira Neto, destaca a importância dos conselhos para defender de forma mais efetiva os interesses das categorias. “O conselho é de uma relevância primordial para a nossa categoria e também para a sociedade, uma vez que somos responsáveis por representa-la. Estamos organizando o Fórum dos Conselhos que com certeza trará muitos ganhos para as nossas categorias. Discutimos sobre a importância da realização de convênios e a realização de uma agenda parlamentar que tem o propósito de defender os interesses das categorias, entidades de classes e profissionais junto ao Congresso Nacional naquilo que é pertinente para os conselhos”, afirmou o presidente.

WhatsApp Image 2019-05-15 at 15.01.36

Durante a reunião, ficou definido que no próximo dia 03 de junho será realizado o III Fórum dos Conselhos que contará com a participação dos parlamentares piauienses (deputados federais e senadores) para discutir importantes pautas de interesses das categorias como projetos, piso salarial, plano de carreira, entre outros assuntos.

Celso

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), Celso Barros, o Fórum representa um importante canal para discutir e buscar condições que possibilitem a autonomia dos conselhos. “O Fórum possui grande importância porque reúne mais de 20 conselhos profissionais que possuem a função de defender os interesses dos piauienses. Estamos irmanados em discutir pautas importantes principalmente no que diz respeito a autonomia dos conselhos, direitos e deveres em congregar os seus profissionais”, disse Celso Barros.

Rafaella maio 7, 2019 Nenhum Comentário

CRECI-PI realiza curso de Avaliação de Imóveis e Perícia Imobiliária   

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI/PI) promove nos próximos dias 31 de maio, 01 e 02 de junho, o curso de Avaliação de Imóveis e Perícia Imobiliária.  A iniciativa tem como público-alvo corretores de imóveis, advogados, engenheiros e arquitetos, estudantes de TTI e negócios imobiliários, além do público em geral interessado pelo tema.

O curso tem como objetivo proporcionar aos participantes conhecimentos sobre a avaliação de imóveis urbanos, unidades padronizadas e imóveis rurais. Além de assuntos relacionados a metodologia empregada na determinação dos valores, elaboração de laudos técnicos e conhecimento da normatização das avaliações conforme a ABNT e Lei 6.530/78 artigo 3°, que regulamenta a profissão de corretores de imóveis. Na oportunidade, também será abordado sobre a atuação do corretor de imóveis como avaliador.

As inscrições podem ser realizadas por meio dos telefones (86) 9 9499-0133 ou (86) 9 8821-9393. A abertura do curso acontece no dia 31 de maio, das 18h às 22 h. Já nos dias 01 e 02, as aulas acontecem das 08h às 18h, no auditório do Creci, que fica localizado na Rua Mato Grosso, 275/ Sul, bairro Ilhotas.

Investimento:

Valor: R$ 480,00

Pg até dia 20 de abril R$ 432,00;

Pg até dia 10 de maio R$ 456,00 e,

Pg depois de 10 de maio R$ 480,00.

À vista boleto com 3% desconto.

Cartão em até 18x com juros do cartão ou em 2x sem juros.

 

Rafaella maio 6, 2019 Nenhum Comentário

Saiba Como Usar O FGTS No Financiamento Da Casa Própria

Trabalhadores podem contar com o fundo para aliviar o orçamento ao reduzir valor de mensalidades ou colocar parcelas atrasadas em dia.

Usar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para ajudar a pagar o financiamento da casa própria é uma das boas indicações para os trabalhadores. Os valores não podem ser retirados em qualquer situação, mas garantir a casa própria é uma das possibilidades permitidas.

Mesmo que o saldo não seja suficiente para pagar toda a dívida, pode ajudar nas contas do mês. O titular da conta poderá escolher como o dinheiro, que é dele, pode ser útil.

É possível usar o saldo do FGTS para liquidar ou diminuir o saldo devedor e também reduzir o valor de 12 parcelas. Eu prefiro as primeiras opções porque o financiamento pode ser pago em menos tempo — explica o advogado especialista em mercado imobiliário Murialdo Crescencio.

Para utilizar o FGTS, é necessário comprovar, no mínimo, 36 meses de trabalho sob o regime do fundo (não necessariamente consecutivos) ou saldo em conta de, no mínimo, 10% do valor da avaliação do imóvel. Não se pode já ser dono de um imóvel no município (ou região metropolitana) onde mora ou trabalha, nem ter financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em qualquer parte do país, tanto para imóvel novo e usado.
O FGTS no financiamento:

À vista:

O saldo do FGTS pode ser usado como parte do pagamento ou pagamento do valor total do imóvel.

Redução do valor das prestações

  • É possível usar o saldo para diminuir o valor de 12 parcelas mensais consecutivas.
    Só é possível reduzir até 80% do valor da prestação. Ou seja, ainda será preciso arcar com os 20% restantes do valor.
  • Uma prestação de R$ 1 mil, por exemplo, desde que haja saldo suficiente no FGTS, pode cair para até R$ 200.
  • É preciso pensar bem antes: nesta opção se usa o saldo do fundo também nos juros da parcela.
    A opção é indicada para quem precisa abrir espaço no orçamento mensal imediatamente.

Redução do saldo devedor

Se a dívida total em algum momento está em R$ 100 mil, por exemplo, e se tem R$ 20 mil de saldo, é possível usar a quantia para abater o valor e deixar o saldo em R$ 80 mil.
Com essa dívida reduzida, há duas escolhas:

1) Cortar o número de mensalidades sem mexer no valor delas, terminando mais cedo o financiamento. Ideal para quem está com o orçamento do mês sob controle
2) Manter o número de mensalidades até o fim do financiamento, reduzindo o valor de cada parcela. Mas os juros seguem aplicados nas mensalidades, é alternativa para aliviar as contas.

Parcelas atrasadas

  • É possível usar os recursos do fundo para pagar até três prestações atrasadas (regra de até 12 prestação nessa condição terminou em dezembro do ano passado).
  • O fundo pode cobrir apenas 80% do valor da parcela.
  • É preciso procurar o agente financeiro responsável (Caixa ou outra instituição) e providenciar a documentação solicitada.

Como fazer

Procure uma agência da Caixa levando RG, extrato de conta vinculada ao FGTS, Carteira de Trabalho para comprovar (no caso de trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato), declaração de Imposto de Renda.

Caso já esteja em um financiamento, é importante levar o comprovante de pagamento da última prestação e o contrato.

Fonte: Publicidade Imobiliária 

Rafaella abril 29, 2019 Nenhum Comentário

CRECI/PI participa do lançamento Agenda Legislativa dos Corretos de Imóveis, em Brasília

Com o objetivo de discutir importantes projetos para a categoria dos corretores de imóveis, o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI/PI), Nogueira Neto, e o conselheiro federal Aluísio Sampaio participaram do lançamento da 7ª edição da Agenda Legislativa dos Corretos de Imóveis que visa discutir os projetos de lei, de interesse da categoria, que estão em fase de tramitação no Congresso Nacional. A publicação foi entregue em mãos, pelas lideranças do Sistema Cofeci-Creci, a cerca de 40 deputados e senadores que prestigiaram a cerimônia.

02

Ao todo, a Agenda reúne 54 Projetos de Lei que tramitam no parlamento brasileiro. Entre os temas mais relevantes estão: regime tributário para os profissionais imobiliários, regras para financiamentos de imóveis, redução de carência para uso do FGTS e valorização da profissão de corretor de imóveis.

03

Para o presidente do Creci-PI, Nogueira Neto, a iniciativa representa uma importante ferramenta para que os corretores possam acompanhar as ações do Congresso em benefício da categoria. “A agenda é de grande importância para que os profissionais acompanhem o que os parlamentares estão desenvolvendo com o objetivo de buscar melhores condições para a categoria e o mercado imobiliário”, destacou o presidente.

“Outro ponto importante é que por meio da agenda teremos a possibilidade de dialogar de forma mais efetiva com o Congresso Nacional em busca do fortalecimento da Lei de Registro (n° a6.530/78), que regulamenta a profissão de Corretor de Imóveis no Brasil e disciplina o funcionamento de seus órgãos de fiscalização”, disse Nogueira Neto, presidente do Creci-PI.

04

Para o conselheiro federal Aluísio Sampaio, a apresentação da agenda aos deputados e senadores é importante porque é uma maneira de dialogar sobre as pautas do mercado imobiliário. “Expomos nossa postura em relação aos projetos que impactam no desempenho do setor imobiliário e buscamos apoio para aprovação dos que são necessários para o desenvolvimento do nosso mercado”, explica.

O Sistema Cofeci-Creci aponta se as propostas listadas na agenda são favoráveis ou não, justificando o posicionamento, sempre considerando o impacto que causará para o corretor de imóveis, o setor, a economia e a sociedade brasileira.

Plenária Sistema COFECI-CRECI

Os conselheiros federais Nogueira Neto e Aluísio Sampaio também participaram em Brasília da primeira plenária do ano de 2019 do Sistema Cofeci-Creci. A agenda de reuniões alinha os procedimentos do Sistema juntamente com os presidentes e conselheiros de cada região.

 

Rafaella abril 25, 2019 Nenhum Comentário

CRECI/PI e PASS Mediadores realizam Curso de Formação de Mediadores Extrajudiciais para mediação de conflitos imobiliários

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI/PI), em parceria com a empresa PASS Mediadores, promove o primeiro Curso de Formação de Mediadores Extrajudiciais em Conflitos Imobiliários. A qualificação tem como público-alvo profissionais e estudantes que buscam por uma formação na área de mediação de conflitos, conflitos imobiliários, construção civil, condominiais e áreas afins; além de advogados que buscam se inserir no panorama da mediação.

O curso tem a duração de 4 meses contabilizando uma carga horária de 100 horas alinhando teoria e pratica. O módulo I acontece nos dias 14 e 15/06. Já no Módulo II as aulas acontecem nos dias 28 e 29/06. Por fim, o Módulo III será realizado nos dias 19 e 20/07. Já a fase prática acontecerá na primeira quinzena de agosto/2019, envolvendo simulações, observações e relatórios.

Segundo o presidente do CRECI/PI Nogueira Neto, o curso tem como objetivo discutir a resolutividade para os conflitos imobiliários. “A capacitação faz parte do desenvolvimento de suas habilidades e o curso trará benefícios diretos para os corretores, por proporcionar ferramentas que viabilize o aprimoramento das habilidades negociais, bem como as habilidades comunicacionais frente aos conflitos inerentes no seu dia a dia, no exercício de sua função”, afirmou o presidente.

A capacitação é destinada para corretores de imóveis, advogados, acadêmicos e demais profissionais que atuam no mercado. O mediador imobiliário tem como propósito facilitar a comunicação e a negociação entre os interessados envolvidos em uma situação conflituosa, por meio de técnicas procedimentais, comunicacionais e negociais.

“O mercado imobiliário está em franca expansão e isso faz com que se tenha a necessidade de ter mais profissionais com habilidades especificas. Assim, o curso busca as condições necessárias para que estudantes e profissionais invistam na construção do seu perfil profissional e intra-pessoal, por meio de conhecimentos básicos da Inteligência Emocional e da Comunicação Construtiva”, destacou a gestora do CEMAC-CRECI/PI, Neilan Argento

Já a advogada e gestora Bruna Pimentel destaca a importância do cursos para a capacitação de profissionais que atuam na mediação de conflitos. “A ideia é trabalhar a construção do perfil profissional, através do acesso ao conhecimento específico, inserido em uma estrutura básica para o desenvolvimento de habilidades típicas do mediador. Nosso objetivo é capacitar profissionais mediadores para atuar na área dos conflitos imobiliários, construção civil, condominiais e áreas afins”, afirmou a mediadora.

Inscrições

Os interessados em participar do curso podem realizar as inscrições na sede do CRECI-PI, no site ou pelo telefone (86) 3303-1407.  A taxa de matricula custa R$ 100,00 e a mensalidade possui os seguintes valores: Corretor: 04 x R$222,50; estudante:  04 x R$250,00 e demais profissionais:  04 x R$300,00. Para pagamento a vista, o aluno terá 10% de desconto.

As aulas acontecerão na sede do CRECI/PI que fica localizado na Rua Mato Grosso, 275 – Centro (Sul). Na sexta-feira, a aula acontece no horário de 18h às 22h30, e no sábado, de 08h às 12h e de 14h às 18h30.

Rafaella abril 16, 2019 Nenhum Comentário

CRECI/PI participa de reunião dos conselhos profissionais promovido pela OAB-PI  

 

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI) participou juntamente com representantes dos conselhos profissionais do Estado do Piauí de reunião para discutir temas importantes para as categorias, como o reforço nas fiscalizações, problemas do ensino à distância e diplomas falsificados.

Nogueira

O presidente do CRECI, Nogueira Neto, destaca a importância da reunião em busca de melhorias para os conselhos. “O fórum foi bastante produtivo para a nossa entidade, pois é fundamental estarmos unidos e alinhado com o propósito de engrandecer os conselhos e associados. Sugerimos a constituição de uma agenda parlamentar a exemplo do que já fazemos no CRECI onde nos reunimos em Brasília com os parlamentares e apresentamos nossas propostas e explicamos sobre a nossa profissão.  Na oportunidade, ainda deixamos como sugestão a realização de uma campanha e articulação junto aos nossos parlamentares”, Nogueira Neto.

O encontro realizado na Ordem dos Advogados do Brasil contou com a participação de advogados e representantes dos conselhos regionais do estado.

todos

O corretor de imóveis e conselheiro regional do CRECI Aragão atua no mercado há mais de 20 anos e destaca a importância do encontro para discutir ações de benefício para as categorias. “Me senti muito satisfeito em participar desse encontro onde formamos um grupo para tratar de ideias e sugestões sobre os convênios. A iniciativa tem como objetivo beneficiar os nossos credenciados por meio do clube de descontos que estamos criando junto à entidade. Estamos criando um conselhão que abrange os conselhos regionais que desenvolvem diversas outras atividades”, disse o conselheiro.

final

 “Por meio de reuniões como essa conseguimos extrair pautas em comum para que possamos somar esforços e conseguir solucionar problemas que afligem as categorias profissionais.  Encaminhamos a necessidade de envolver nossos parlamentares federais e estaduais para a importância que tem os conselhos, bem como a necessidade de promover eventos relacionados a ética profissional. Um fórum como esse nos permite extrair de cada entidade temas importantes que servem para buscar melhorias para as categorias”, disse o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), Celso Barros.

Rafaella abril 12, 2019 Nenhum Comentário

Conheça a importância de ser atendido por um corretor de imóveis diplomado com o CRECI

Fazer tudo sem ajuda é uma opção. Mas atenção: dá trabalho e ocupa muito tempo. Para vender, comprar ou alugar um imóvel, a melhor maneira de evitar dor de cabeça é contar com a ajuda de quem entende do setor: o corretor de imóveis. A assessoria de um profissional com conhecimento do mercado faz diferença.

“O corretor tem um diploma como técnico em transações imobiliárias, conta com um leque enorme de opções de cursos, palestras e programas de capacitação oferecidos pelo Creci”, afirma José Augusto Viana Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP).

O presidente do Creci-RJ, Manoel da Silveira Maia, destaca que o processo de formação não é simples. “Requer muita atenção e preparo para que a segurança da negociação seja garantida. Os corretores de imóveis devem buscar o aprimoramento de forma constante, para atender com eficiência as demandas da sociedade”.

Maia diz que uma das capacitações mais importantes da profissão é no seguimento de documentação imobiliária, o que auxilia muito os clientes. “É o preparo necessário para atender à população. Dessa forma, acreditamos que estamos atuando na defesa da sociedade e na segurança das negociações imobiliárias”.

Fonte: Revista Zap Imóveis

Rafaella abril 11, 2019 Nenhum Comentário

CRECI-PI recebe nova gestão da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-PI

A diretoria do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI) se reuniu nessa quarta-feira, 10, com a nova Comissão de Direito Imobiliário da OAB-PI. O encontro teve como objetivo estabelecer um diálogo entre as entidades para que possam atuar de maneira conjunta em defesa da sociedade e dos associados.

Segundo o presidente do CRECI-PI, Nogueira Neto, esse é o primeiro encontro com a nova gestão da Ordem, mas outras reuniões ainda devem acontecer periodicamente, buscando o fortalecimento entre as entidades. “A união entre as entidades trará benefícios aos associados do CRECI. Tanto a Ordem como nós temos um interesse em comum, que é defender a sociedade, por meio da nossa atuação”, pontuou.

Dentre as ações alinhadas, está o fortalecimento da mediação, arbitragem e conciliação imobiliária. O presidente da comissão, advogado Charlles Max Pessoa Marques, também destacou que outra importante bandeira será a disseminação de conhecimento.

“A partir do momento que os advogados e corretores acompanham o que está acontecendo em legislação, jurisprudência, doutrina, ato fiscalizatório de poder público estadual, municipal e federal isso fortalece todo o seguimento do mercado imobiliário. Temos também a tributação no mercado, conter a voracidade do fisco em tributar os impostos, isso dificulta a vida da sociedade e também de todos os envolvidos. A Ordem e o CRECI são duas autarquias que defendem os interesses de seus associados, mas também da sociedade”, disse o presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-PI.

3

DSC_0012

DSC_0011

 

 

Rafaella abril 10, 2019 Nenhum Comentário

O síndico do seu condomínio não cumpre com as responsabilidades? Destituição pode ser saída

Veja os casos em que é possível fazer a destituição e como observar se o condomínio é bem administrado

O síndico do seu prédio foi eleito para exercer a função por um ano e ponto final? Não é bem assim. Ele pode perder o cargo a qualquer momento. Claro que é necessário convocar uma assembleia para decidir sobre isso e comprovar que o síndico não está cumprindo seu papel corretamente.

“Pode ser destituído o síndico que deixa de realizar anualmente assembleia de prestação de contas, que pratica irregularidades ou não administra convenientemente o condomínio“, explica o presidente do Sindicato Patronal dos Condomínios de Prédios Comerciais, Industriais, Residenciais e Mistos do Estado de São Paulo (Sindicond), José Luiz Bregaida.

Os condôminos podem colher abaixo-assinado convocando assembleia para destituí-lo, bastando participação de um quarto dos moradores que estão com os pagamentos mensais em dia.

“É fundamental que, caso cheguem ao ponto de pedir a destituição do síndico, os condôminos tenham provas documentais ou argumentos para que a assembleia decida”, ressalta o presidente da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC), José Roberto Graiche Júnior.

É importante que o acusado possa se defender e tentar demonstrar que sua gestão está normal e dentro da legalidade. “A regra principal para evitar que o síndico possa pleitear e ganhar ação por danos morais é: quem acusa deve ter provas e permitir sempre o direito à defesa “, pontua Rubens José Reis Moscatelli, presidente do Sindicato dos Condomínios Prediais do Litoral Paulista (Sicon).

Observe

Todo condômino pode verificar as contas do condomínio por meio do portal da administradora, dos boletos e até mesmo consultando as pastas de prestação de contas.

“O acompanhamento do trabalho do síndico ocorre através da observação daquilo que foi estipulado em assembleia, bem como da análise da documentação. Essa fiscalização é através dos conselheiros eleitos, mas também é direito do próprio condômino fazê-lo”, diz Moscatelli.

Bregaida destaca a importância da participação dos moradores na assembleia de prestação de contas. “É quando a administração do síndico é julgada e as despesas podem ser reprovadas, se forem irregulares. Neste caso, ele pode ser responsabilizado por perdas e danos”.

Graiche Júnior lembra que o mesmo vale quando o condomínio contrata um síndico profissional. “Pela lei, não há distinção de síndico condômino e síndico externo (profissional). Porém, os contratos firmados podem determinar outras regras para destituição”, detalha.

FONTE: Revista Zap Imóveis