retomada-mercado-imobiliario
Rafaella fevereiro 13, 2020 Nenhum Comentário

Após enfrentar anos de crise, o mercado imobiliário começa a demonstrar gradativamente sinais de recuperação. Assim, existe uma grande expectativa de bons negócios para os próximos cinco anos, nos quais os investimentos em imóveis devem se tornar mais rentáveis graças a queda nas taxas de juros, maiores garantias jurídicas e melhores condições de financiamentos. Somado a isso, temos ainda as novas tendências de mercado que devem atrair à atenção dos consumidores.

A casa própria é sonho de grande parcela dos brasileiros e o mercado deve seguir novas tendências em 2020. Entre as quais podemos destacar: a valorização de imóveis, aumento de vendas online e uso de inovações tecnológicas, tendo em vista que o uso da tecnologia está cada vez mais presente para auxiliar os profissionais e consumidores nas transações imobiliárias.

O aumento de investimento em tipos de financiamentos imobiliários, variedade de ofertas de crédito, sustentabilidade e uso racional de recursos são outras importantes tendências do setor ao longo do ano.

Para o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), Nogueira Neto, os próximos anos se apresentam como animadores para o setor imobiliário. “Estamos passando por um importante período de recuperação graças à redução das taxas de juros e novas modalidades de financiamento que devem atrair a atenção dos consumidores. Com isso, a perspectiva é que em 2020 possamos ter um ano mais próspero para o mercado. Outro ponto importante é que a economia também vem passando por uma retomada e isso deve contribuir para a diminuição do desemprego e fornecer condições para que as pessoas possam ter mais possibilidades de comprar imóveis por meio de financiamento, uma vez que atenderá à capacidade financeira das famílias”, declarou Nogueira Neto, presidente do CRECI-PI.

Dados apresentados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por exemplo, apontam que as vendas do setor imobiliário no último trimestre de 2019 registraram um crescimento de 16%, em relação ao mesmo período de 2018.

Em 2020, o mercado imobiliário se mostra mais otimista com a injeção de crédito imobiliário por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), estabilidade dos custos da construção, aumento no lançamento de novos empreendimentos e crescimento gradativo de vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *