capa
Rafaella outubro 31, 2019 Nenhum Comentário

 

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI/PI) realizou nesta quinta-feira (31) a entrega de carteirinhas dos novos credenciados junto à entidade. Com a entrega, os profissionais a partir de agora estão habilitados para realizar transações imobiliárias no mercado piauiense.

Inacio

O Diretor Pedagógico do CRECI, Inácio Guimarães, destaca o papel dos corretores para a aquisição da casa própria com segurança.  “Ser corretor é uma das profissões mais bonitas, uma vez que realizamos o sonho das pessoas de comprar a sua casa própria. Por isso, o Conselho, ao decorrer dos anos, sempre promove treinamentos e cursos para ajudar na formação dos profissionais. A nossa profissão é tão dinâmica que há alguns anos a gente se quer imaginava usar a tecnologia como suporte para agilizar os procedimentos do mercado. Mas hoje os clientes e o mercado necessitam de rapidez e segurança nas transações”, afirmou. 

Entrega carteira

Reison Pereira trabalha há dois anos na área e acrescenta a importância de ser credenciado junto à entidade “É de fundamental importância porque o mercado vem crescendo e precisa de profissionais qualificados. Hoje estou regularizado para atuar no mercado e fazendo cursos para ter uma melhor qualificação”, destacou.

A solenidade contou com participação de membros da diretoria do CRECI, corretores e novos profissionais que receberam as carteirinhas. 

juramento

 “Nosso mercado é bastante promissor e ser corretor é a profissão que mais cresce no país. A credibilidade do CRECI só vem crescendo e passamos a ser o segundo conselho mais lembrado pela sociedade piauiense.  Uma prova disso, é que nos últimos anos conseguimos a aprovação da lei dos corretores, onde passa a ser obrigatório constar nos contratos uma cláusula de dizendo que aquela venda foi intermediada por um corretor habilitado”, disse o diretor secretário, Rui de Souza Rodrigues.

Honorato Sousa que recentemente começou a atua na profissão destaca a satisfação de agora ter em mãos a carteirinha do Conselho. “Estou bastante feliz, pois é a realização de um sonho. Não imaginava em me tornar um corretor e fazer parte desse órgão tão competente do nosso Estado”, pontuou.  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *