LOGO CRECI-PI
Rafaella maio 11, 2018 Nenhum Comentário

As fiscalizações são uma constante do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI) e a cada ano elas têm se intensificado, como mostram os números referentes ao ano passado, que totalizaram 2.092 diligências na capital e interior do estado. O número representa um crescimento de 7% em relação ao ano de 2016 e aumento de 140 diligências.

O ano de 2017 foi de avanços para o conselho. O coordenador de fiscalização, Lourival Rodrigues, afirma que o trabalho se tornou mais efetivo quando no ano passado foram adquiridos novas viaturas e computadores para os colaboradores.

“Hoje cada um dos fiscais possui uma viatura e computador para exercício de suas atribuições e com isso o trabalho fica mais hábil e eficiente. Nosso objetivo é fazer valer a ética e seguirmos a lei para coibir e até evitar as infrações, que variam de advertências à suspensão e multa aos que atuam de forma ilegal na corretagem de imóveis”, explica o coordenador de fiscalização.

Um alerta para que os clientes não caiam em golpes é a verificação pelo próprio site creci-pi.org.br, para saber se o corretor é inscrito ou não. De acordo com o Lourival Rodrigues, normalmente os interessados buscam informações sobre o imóvel e podem colaborar com o CRECI denunciando possíveis irregularidades, como por exemplo, ao consultar o site e verificar que aquele corretor não é inscrito e denunciar junto ao Conselho.

Em 2017, o Conselho registrou 49 casos de exercício ilegal da profissão, 226 autos de infração e 1552 autos de constatação e 265 autos de notificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *