Rafaella maio 21, 2018 Nenhum Comentário

CRECI-PI marca presença na abertura do Feirão da Casa Própria

Corretores de imóveis estiveram representados pelo presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), Nogueira Neto e o conselheiro e vereador de Teresina, Aluísio Sampaio, na abertura do Feirão da Casa Própria, no Teresina Shopping na tarde desta segunda-feira (21).

O evento que promete negociar mais de 1.300 imóveis e a parceria entre Caixa Econômica Federal (CEF) e o Sindicato da Indústria de Construção Civil de Teresina (Sinduscon) agrega apoio ao CRECI-PI no trabalho de corretagem de imóveis, como explica Raul Gomes, gerente de Habitação da CEF.

“Esse evento só reforça a parceria da CEF como CRECI-PI. Gostaria de ressaltar a importância da presença do corretor em todas transações da feira, eles são essenciais e quem intermedia todas operações entre banco, construtoras e sociedade para tentar movimentar esse mercado. Que essa parceria cresça mais”, destaca o representante da CEF.

Nogueira Neto, presidente do CRECI-PI, esteve presente na abertura do feirão para prestigiar e representar o trabalho dos corretores de plantão nos stands das imobiliárias e construtoras. “Este feirão mostra que parcerias são ampliadas como a dos construtores com os corretores de imóveis e seguimos juntos para restabelecer o mercado no setor imobiliário como um todo”, pontua o presidente do CRECI-PI.

Rafaella maio 16, 2018 Nenhum Comentário

CRECI-PI promove curso de aluguel de imóveis entre maio e junho

Com o objetivo de aperfeiçoar e qualificar conhecimentos sobre imóveis, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), oferecerá o curso de Aluguel de imóveis, que será ministrado pela Advogada Patricia Cavalcante Pinheiro, Vice-Presidente da Comissão de Direito Imobiliário da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/PI.

A ministrante é especialista em Processo Civil e Direito Notarial e Registral e conduzirá o curso, que terá carga horária de 20 horas, ministrado em cinco módulos, sempre às quartas-feiras, a partir do dia 23 de maio e as aulas iniciam às 18h na sede do CRECI-PI, rua Mato Grosso, 275, Ilhotas. Os módulos estão divididos nos seguintes conteúdos: I – Administração de imóveis, II – Legislação e tipos de locações, III – Legislação e garantias contratuais, IV – Direitos e deveres, retomada e devolução de imóvel, alienação e preferência e V – Ações locatícias, a cobrança de alugueis, negativação e protestos.

O presidente do Conselho, Nogueira Neto, afirma que cursos como esse são fundamentais para melhor servir a população que busca um imóvel. “Ao ofertar estes cursos pensamos na qualificação dos nossos associados e na população, pois ao procurar alugar um imóvel, as pessoas buscam as melhores informações, seja nas imobiliárias ou com os corretores”, pontua o presidente.

As inscrições são feitas pelos números (86) 3303-3003 e 99936-4141. O investimento é de R$ 360 e pode ser dividido em até três vezes no cartão de crédito. Os corretores têm desconto de 50% no valor do curso.

Rafaella maio 11, 2018 Nenhum Comentário

Fiscalização ajuda a combater irregularidade na corretagem imobiliária

As fiscalizações são uma constante do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI) e a cada ano elas têm se intensificado, como mostram os números referentes ao ano passado, que totalizaram 2.092 diligências na capital e interior do estado. O número representa um crescimento de 7% em relação ao ano de 2016 e aumento de 140 diligências.

O ano de 2017 foi de avanços para o conselho. O coordenador de fiscalização, Lourival Rodrigues, afirma que o trabalho se tornou mais efetivo quando no ano passado foram adquiridos novas viaturas e computadores para os colaboradores.

“Hoje cada um dos fiscais possui uma viatura e computador para exercício de suas atribuições e com isso o trabalho fica mais hábil e eficiente. Nosso objetivo é fazer valer a ética e seguirmos a lei para coibir e até evitar as infrações, que variam de advertências à suspensão e multa aos que atuam de forma ilegal na corretagem de imóveis”, explica o coordenador de fiscalização.

Um alerta para que os clientes não caiam em golpes é a verificação pelo próprio site creci-pi.org.br, para saber se o corretor é inscrito ou não. De acordo com o Lourival Rodrigues, normalmente os interessados buscam informações sobre o imóvel e podem colaborar com o CRECI denunciando possíveis irregularidades, como por exemplo, ao consultar o site e verificar que aquele corretor não é inscrito e denunciar junto ao Conselho.

Em 2017, o Conselho registrou 49 casos de exercício ilegal da profissão, 226 autos de infração e 1552 autos de constatação e 265 autos de notificação.

Rafaella maio 10, 2018 Nenhum Comentário

Setor imobiliário cresce com queda do desemprego e baixa de juros para aquisição de imóveis

O mercado imobiliário sofreu com uma retração entre 2015 e 2016, mas desde o ano passado vem se recuperando e apontando novos rumos para o setor no Brasil e no Piauí. O anúncio feito pela Caixa Econômica Federal da redução de juros para financiamento da casa própria e aumento percentual do valor a ser financiado para compras de imóvel usado, facilitará o surgimento de novos negócios para o setor.

“As empresas estavam receosas pelos números anteriores e créditos restritos. Agora os empresários, construtores e empreendedores já estão com seus projetos prontos e entregando empreendimentos e muitas vendas já estão esgotadas”, explica o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí – CRECI-PI, Nogueira Neto.

O novo financiamento para imóveis da Caixa teve impacto no mercado imobiliário e na queda no desemprego no país. O Piauí é um dos estados que mais emprega na área da construção civil, setor das imobiliárias e agentes financeiros. “No Piauí, o emprego na área da construção são cerca de 102 mil, destas, 81 mil envolvendo setor imobiliário e agentes financeiros, trazendo impacto considerável na economia, segundo o IBGE”, pontua Nogueira Neto.

A renda financeira das classes sociais está dividida entre A e E, sendo que a A e B estão bem no quesito habitação, a C está com bom encaminhamento para conquista habitacional, mas a D e E ainda sofrem um pouco da falta de crédito para aquisição de imóvel. “A classe A e parte da B já têm suas demandas plenamente atendidas. A classe C, parcialmente, mas a D e E, ainda estão com déficit habitacional muito grande e isso se dá pela não formalização de renda e dificuldade para o crédito. Um alento é que com a queda do desemprego o mutuário ganha”, destaca Nogueira Neto.

Nogueira Neto acredita que a quantidade de bancos que financiam imóveis, queda nas taxas de juros e crédito imobiliário melhorou muito na última década e este ano pode voltar a crescer como em outrora. “O grande momento do mercado imobiliário foi entre 2007 e 2012, tivemos uma queda, mas acreditamos que com as vendas em alta neste começo de ano e vários imóveis já entregues, possamos retomar os bons anos da década passada, além das novas condições de juros, que caíram de 14% para 9% e 8%”, finaliza o presidente do CRECI-PI.