Rafaella abril 28, 2017 Nenhum Comentário

Caixa adia prazo de credenciamento para comercialização de imóveis retomados

A Caixa Econômica Federal (CEF) adiou o prazo de inscrições para que os corretores possam comercializar imóveis retomados pela instituição bancária. Outra novidade, é a inclusão de corretores autônomos, que a partir de agora também podem participar do credenciamento.

Segundo o presidente Nogueira Neto, o CRECI-PI entrou com um pedido junto a CEF para que as inscrições aconteçam de forma menos burocrática, facilitando assim a participação de todos os profissionais.  “Com a ampliação do prazo para credenciamento e a inclusão de corretores autônomos teremos uma maior adesão ao benefício ofertado. Reforçamos também que os corretores que tiverem dúvidas ou dificuldade no procedimento junto à Caixa podem buscar auxílio no Conselho’, disse.

Os imóveis retomados pela instituição bancária estarão disponíveis para venda direta. Cada propriedade será exclusiva de um corretor sorteado, que terá um período para realizar a comercialização. “O que nós, como instituição de financiamento, estamos fazendo é nos aproximar dos corretores para que possamos firmar uma parceria e assim, estarmos prontos para a avançar com esse projeto. São muitos imóveis que serão disponibilizados e nós queremos diminuir esse número expressivo de empreendimentos retomados”, afirmou Raul Gomes, Gerente Regional da Superintendência Regional do Piauí.

O prazo de encerramento das inscrições ainda será definido pelas instituições.

Rafaella abril 28, 2017 Nenhum Comentário

Nota de Pesar

O CRECI-PI manifesta pesar pelo falecimento do corretor de imóveis Francisco Alves da Silva, mais conhecido como Chico Bento (ao centro da foto). O velório está acontecendo na residência do corretor, localizada na Av. João XXIII, 2624, Bairro São Cristóvão. O sepultamento será às 16:30h no Cemitério São Judas Tadeu.
Neste momento nos unimos a todos os familiares e amigos na certeza de que Chico Bento deixou um grande legado.

Rafaella abril 19, 2017 Nenhum Comentário

Investimentos trazem boas perspectivas para setor imobiliário em 2017

O déficit habitacional do país é um fator que anima os empresários do setor imobiliário, porém a crise econômica que se instalou no Brasil fez com que investimentos no ramo diminuíssem e no Piauí não foi diferente. Mas, o ano de 2017 tem começado a dá sinais positivos para novos investimentos na área da construção civil.

Com a baixa das taxas de juros e da inflação, o Piauí recebeu em março investimentos de R$ 161 milhões da Caixa Econômica Federal. Com esse montante novas moradias começam a ser construídas e as empresas terão a segurança que poderão dar continuidade aos seus trabalhos, sejam eles no setor imobiliário ou na construção civil, que tem se mostrado como um dos principais empregadores do Estado.

Para Nogueira Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí (CRECI-PI), estes dados podem significar a recuperação do mercado imobiliário. “Diante dessa crise econômica o último ano foi o que mais nos afetou, gerando desemprego e um déficit habitacional considerável. A boa notícia é que 2017 já dá sinais de melhoria para o mercado, inclusive com investimentos por parte da Caixa Econômica Federal, com contrato assinado na ordem de R$ 161 milhões para o Piauí”, explica o presidente.

O ano tem sido de boas expectativas para os corretores de imóveis, gerando expectativa pós-assinatura do contrato que viabilizará a construção de moradias de 961 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal que beneficia as famílias de baixa renda.

A medida de elevar o financiamento de imóveis com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também proporciona melhorias para o setor, conforme afirma Nogueira Neto. “O poder aquisitivo do consumidor aumenta, consequentemente as imobiliárias e empresas da construção civil ampliam seus negócio, gerando benefício tanto para o setor como para quem busca o sonho da casa própria”, finalizou o presidente do CRECI-PI.